Ir para o conteúdo

Palestrantes e Oficinas

Palestrantes

Prof. DSc. Klaus Schlünzen Junior

Licenciado em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestre em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas e doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas. Professor livre-docente em Informática e Educação pela Universidade Estadual Paulista - Unesp, com estágio de Pós-doutoramento na Universitat de Barcelona. Foi bolsista Produtividade em Pesquisa PQ de 2006 a 2009 com o projeto Gestão de Conhecimento Corporativo e Mapeamento Cognitivo: Um Estudo de Cenários e Ambientes de Aprendizagem Organizacional. Atualmente é coordenador do Núcleo de Educação a Distância da Unesp, professor efetivo da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Unesp e do programa de Pós-graduação em Educação da FCT/Unesp. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tópicos Específicos de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, informática na educação, tecnologias de informação e comunicação, educação a distância e aprendizagem organizacional.

 

Prof. DSc. Saul Eliahú Mizrahi

Pesquisador do Instituto Nacional de Tecnologia (INT) desde 1984, realizando gestão de projetos de desenvolvimento tecnológico e inovação. Líder do Grupo de Pesquisas "Engenharia de Avaliações e de Produção" do INT. Atua na linha de pesquisa de Tecnologia de Educação e Saúde para a Escola Inclusiva e na linha de pesquisa Disseminação do uso da Inteligência Computacional no escopo da Engenharia de Produção, da Divisão de Engenharia de Avaliações e de Produção (DEAP), com desenvolvimento e aplicação de tecnologias de gestão em Redes de Instituições de Ensino, tratando de temas como Gestão Estratégica, Sistemas de Informação, Gestão do Conhecimento, Tecnologia Assistiva, Mecatrônica, Tecnologias de Informação e Comunicação, e Popularização da Ciência. Coordenador-substituto do Núcleo de Tecnologia Assistiva do INT (Núcleo da Rede de Tecnologia Assistiva - MCTI). Tem experiência nas áreas de desenvolvimento de sistemas computacionais de gestão com ênfase em Redes de Instituições de Ensino e Indústrias. Mestre (1993) e Doutor (2011) em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ. Tese de doutorado intitulada "Gestão Estratégica Multicultural aplicada a Instituições de Ensino" aprovada em 17/03/2011. Graduado  em Engenharia Eletrônica  pelas Faculdades Reunidas Nuno Lisboa (1983). Professor do Ensino Superior desde 2000, e da Faculdade de Informática Lemos de Castro (Grupo UNIESP) desde 2003.

Valdenito de Souza

Analista de sistemas do Proderj (Centro de tecnologia da informação e comunicação do estado do RJ). Diretor do departamento de Tecnologia da Associação dos Ex-alunos do IBC. Idealizador e diretor-geral da Escola Virtual José Álvares de Azevedo.

 

Leda Lúcia Spelta

Psicóloga e uma das primeiras pessoas cegas a trabalhar com informática no Rio de Janeiro. É fundadora da Acesso Digital (http://acessodigital.net), psicoterapeuta e consultora da Humanus RH para o programa de inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. É especialista em acessibilidade, autora de artigos, palestrante e instrutora. Faz parte do GT de Acessibilidade na Web do W3C Brasil. Recebeu o Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web em 2013


Profª Dsc. Andrea Poletto Sonza

Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade de Caxias do Sul (1994), especialização em Psicopedagogia Institucional pela UNISUL (2000), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e doutorado em Informática na Educação pela mesma Universidade (2008). Atua como Assessora de Ações Inclusivas do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). É Gerente Nacional do Projeto de Acessibilidade Virtual. Tem experiência em EAD e na área de Informática na Educação Inclusiva, atuando principalmente nos seguintes temas: Pessoas com Necessidades Especiais, Desenho Universal, Tecnologia Assistiva, Acessibilidade à Web e Inclusão Sociodigital.


Profª DSc. Siobhan Victória Healy

Começou sua carreira como pesquisadora no Institute of Education da Universidade de Londres. Veio para o Brasil em 2002 e atualmente é professora do Programa de Pós Graduação do Programa de Educação Matemática da Universidade Anhanguera de São Paulo. Seu interesse de pesquisa centra-se no emprego de tecnologias digitais para o ensino e para a aprendizagem matemática, em especial no design de formas inovadoras de fazer e expressar a matemática escolar. Tem interesse particular nos desafios associados a proporcionar uma matemática escolar mais inclusiva e na compreensão das práticas matemáticas de aprendizes com deficiências. Atualmente é coordenadora do grupo de pesquisa Tecnologias e Meios de Expressão em Matemática, e é coordenadora do programa de pesquisa Rumo a Educação matemática Inclusiva, cujo objetivo é investigar as relações entre experiências sensoriais e cognição matemática e também desenvolver e avaliar cenários de aprendizagem para alunos com e sem deficiências.

 

Profª DSc. Nadir Francisca Sant’Anna 

Graduada em Licenciatura em Ciências com Habilitação em Biologia pela UGF, Mestre em Histologia e Embriologia pela UFRJ, Doutora em Ciências pelo Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho - UFRJ, Professora Associada do Laboratório de Biologia Celular e Tecidual do Centro de Biociencias e Biotecnologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense e responsável pela Oficina Pedagógica de Tecnologias Assistivas da UENF, Coordenadora de área do PIBID-UENF e Especialista em Educação Especial pela UNIRIO. 

 

Profª DSc Carla Cristina Reinaldo Gimenes de Sena

Mestre e doutora em Geografia pela Universidade de São Paulo com pesquisas na área de Cartografia Tátil, Cartografia escolar, ensino de Geografia e Inclusão. Atualmente é professora da UNESP (Campus de Ourinhos), Vice-presidente da Comissão de Mapas para crianças da Associação Cartográfica Internacional e líder do grupo de pesquisa do CNPQ "Cartografia para crianças e escolares".

 

Profª DSc Shirley Rodrigues Maia

Possui graduação em Pedagogia - Faculdades Metropolitanas Unidas (1983) , mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (29.08. 2011). Atualmente é sócia fundadora da AHIMSA Associação Educacional Para Múltipla Deficiência e outro (presidente) do Grupo Brasil de Apoio ao Surdocego e ao Múltiplo Deficiente Sensorial. Tem experiência na área de Educação : com ênfase em Educação Especial, Educação Infantil e Psicopedagogia atuando principalmente nos seguintes temas: surdocegueira, pessoas com surdez,educação especial, dificuldades de aprendizagem e deficiência múltipla sensorial, educação infantil, transtorno do espectro autista , tecnologia assistiva, psicopedagogia, Comunicação Alternativa e Atendimento Educacional Especializado.

 

Prof. DSc. Prof. DSc. Wallace Ugulino

 

Professor Conveniado Assistente da PUC-Rio e pesquisador DTI/A do projeto SmartGlasses (#458.766/2013-5, CNPq). Ugulino concluiu seu doutorado em 2014 com tese intitulada "Wearables para Apoiar a Representação Espacial por Indivíduos Cegos". Foi reconhecido com o "Apple Distinguished Educator" (Instituto de 2015) pela sua atuação como professor de desenvolvimento para plataformas móveis (iOS). Obteve o grau de mestre em 2010 pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Desde 2008 atua com dinâmicas educacionais em grupo (como entrevistas, role-playing, dramatização, etc.). Desde 2013 essas abordagens educacionais tem sido estendidas para o desenvolvimento de tecnologias de treinamento de mobilidade de indivíduos cegos em reabilitação. Os interesses de pesquisas incluem: tecnologias assistivas wearable, desenvolvimento para dispositivos móveis e aprendizado de máquina.

 

 

Carlos Jorge Wildhagen Rodrigues

Diretor-geral da  ABRASC - associação brasileira de surdocegos; diretor de esportes e lazer do Grupo Brasil de apoio ao surdocego e ao múltiplo deficiente sensorial, conselheiro do Conselho Estadual de Saúde do Estado de São Paulo; conselheiro do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência; membro de Flasc e de WFDB; representante regional da América Latina para WFDB.

obs: Flasc é Federação Latino-americana de Surdocegos. WFDB é Federação Mundial de Surdocego em inglês. 

 

Oficinas

1- "Jogos Eletrônicos aplicados à Educação Tradicional e Especial " 

Dia 14 das 16:00h às 18:00

Vagas disponíveis: (a confirmar)

Público-alvo: 

Ementa. Carga horária 2h

Prof. DSc. Alex Fernandes da Veiga Machado

Possui Doutorado (2012) e Mestrado (2008) em Computação pela Universidade Federal Fluminense, Bacharelado em Ciência da Computação pela FAGOC (2006), Licenciatura em Matemática pelo IFSUDESTE-MG (2013), Técnico em Eletrônica pelo CEFET (2001) e Técnico em Administração pela ETFG (2000). Atuando no IFSUDESTE-MG / Rio Pomba, é Professor e Coordenador do Bacharelado em Ciência da Computação, Tutor do Laboratório de Multimídia Interativa (PET-Computação) e Coordenador do PROEXT-Computação. Tem experiência e realiza pesquisas principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento de jogos, inteligência artificial e educação em informática.

 

2- Braille Fácil 

Dias 14 e 15 das 16:00h às 18:00

Vagas disponíveis: 20 pessoas (a confirmar)

Público-alvo: profissionais que irão trabalhar com produção de textos em Braille nas mais diversas escalas.

Ementa:

Produção informatizada de textos através do programa Braille Fácil; Principais recursos do programa; Atividades práticas de transcrição e impressão. Carga horária 4h

Prof. Thiago Duarte 

Graduado em Educação Artística (2004) e especialista em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2012) pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), possuindo diversos cursos na área de deficiência visual, como: Braille (2003); Adaptação de Textos e Livros para Transcrição no Sistema Braille (2005); Capacitação de Profissionais para Produção de Textos em Braille (2006); Curso de Transcrição e Impressão de Textos em Braille (2006). Atuou como transcritor Braille no IBC entre 2003 e 2006, atuou também como designer na adaptação de livros didáticos no PNLD de 2009 a 2012. Atuou como consultor Braille na OSCIP Acessibilidade Brasil, como Consultor especialista para adaptação de materiais técnico-didáticos em formato acessível, a serem distribuídos nos Sistemas de Ensino (Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Tecnologia – OEI). Autor do artigo “Construção de Métodos para Criação de Gráficos Acessíveis a Pessoas com Deficiência Visual: Utilizando o Monet”, publicado no livro “Práticas Pedagógicas no Cotidiano Escolar: desafios e diversidade” (2014). Atualmente é professor de Braille do Instituto Benjamin Constant.

3- Produção de Material

Dias 14 e 15 das 16:00h às 18:00

Vagas disponíveis: 20 pessoas

Público-alvo: Professores e acadêmicos da área da educação, profissionais de áreas afins.

Ementa:

- A importância da produção de material especializado para pessoas com deficiência visual;

         - Critérios na elaboração de recursos didáticos na Educação Especial;

         - Produção de telas de desenho, celas Braille e texturização de imagens.

Carga horária: 4h

Prof. DSc. Aires da Conceição Silva

Licenciado em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 2007), mestre (2010) e doutor (2013) em Ciências, em Química, pela mesma instituição, professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico/Química do Departamento Técnico Especializado (DTE), lotado na Divisão de Pesquisa e Produção de Material Especializado (DPME), atuando também como professor no Departamento de Educação (DED), ambos do Instituto Benjamin Constant. Atual chefe da DPME.

 

4- Baixa Visão

Dia 14 das 16:00h às 18:00

Vagas disponíveis: 20 pessoas

Público-alvo: 

Ementa:

Conceituação; aspectos gerais; interferências na escolaridade; recursos indicados: ópticos, não ópticos e tecnológicos; prática e experimentação. Carga horária: 2h

Profª DSc Maria Rita Campello Rodrigues

Doutora em Psicologia na área de Estudos da Subjetividade pela Universidade Federal Fluminense; Mestre em “Ciência da Motricidade Humana”; graduada em Ciências Biológicas e em Fisioterapia com especialização em Psicomotricidade, em Estimulação Precoce e na área da Deficiência Visual; Professora há 32 anos do Instituto Benjamin Constant tendo implantado o Setor de Estimulação Precoce (1985) onde atuou  e coordenou até 2010;  membro da equipe no setor de Baixa Visão desde a sua criação (1990) até  2010, é professora atuante nos cursos promovidos pelo IBC para capacitação de professores e reabilitadores nessas áreas. Atualmente também tem se dedicado à pesquisa, com oficinas práticas de expressão e experimentação corporal com jovens alunos cegos e com baixa visão do referido instituto.

 

5- Baixa Visão

Dia 15 das 16:00h às 18:00

Vagas disponíveis: 20 pessoas

Público-alvo: 

Ementa: 

Conceituação; aspectos gerais; interferências na escolaridade; recursos indicados: ópticos, não ópticos e tecnológicos; prática e experimentação.

Carga horária: 2h

Profª DSc Maria Rita Campello Rodrigues

 

6- Linha Braille

Dia 15 das 16:00h às 18:00

Vagas disponíveis:  pessoas

Público-alvo: 

Ementa. Carga horária: 2h

Guilherme Lira - Tecassistiva



Realização


Parceiros